Divã

...

15 de nov de 2010

Paranóia

Me diga alguém que nunca imaginou algo sem saber se realmente aconteceu, alguém que não tenha pensado se a pessoa que você esta afim esta afim de você também, alguém que nunca tenha imaginado o que a outra pessoa pensa sobre você.

Esse nome "paranóia" pode soar um pouco pesado de se falar, mas é o melhor termo pra definir pessoas assim, não se trata necessariamente de insegurança, mas sim de fantasias criadas pelas nossas próprias cabeças, imaginar o porque aquela pessoa que gostamos, não vem conversar conosco pelo msn, imaginar o porque de ela passar o dia todo sem ligar ou mandar mensagens.

isso é algo totalmente normal, exceto em casos extremos quando as pessoas distorcem totalmente a verdade pra algo totalmente fantasioso, como por exemplo, mesmo sabendo que a pessoa gosta de você, imagina ela conhecendo pessoas novas e esquecendo que você existe. Esse tipo de fantasia é algo que seu cérebro cria, pra poder te preparar caso o pior aconteça, sim nosso cérebro parece ser cruel com a gente.

Mas se pararmos pra pensar isso não é algo cruel e sim uma forma de nos auto defendermos do mundo, quando gostamos de alguém, nos tornamos muito vulneráveis por causa de nossas emoções e nosso cérebro ao perceber essa fragilidade ele nos deixa mais forte, nos preparando com esse tipo de pensamento pra caso o que imaginamos aconteça e não nos pegue com tanta surpresa.

Sim, é algo meio fantasioso achar que nosso cérebro sabotaria nossas próprias emoções, sendo que todos fazem parte de nós mesmos, mas se pararmos pra pensar, esse ato de imaginarmos cenas e muitas delas serem de algo ruim acontecendo nos prepara, nos deixa mais resistente pra caso um dia realmente aconteça.

Se você não gosta desse tipo de sentimento, da sua imaginação tomando conta da sua vida, mostrando cenas que você sabe que é mentira e se recusa a acreditar, se não quer mais se sentir assim, tenho duas noticias pra você: a primeira é que é basicamente impossível você se livrar de TODOS esses pensamentos; e a segunda é que você pode diminuir esses pensamentos, basta você se concentrar bastante e manter sua linha de raciocínio limpa, aceitar o fato de que a pessoa pode ou não estar fazendo o que você imagina e seguir com seu dia.

Parece algo difícil de fazer, seguir o dia como se nada tivesse acontecido, mas com o tempo, conforme você entenda seu próprio cérebro, sua forma de agir e sua forma de pensar, fica mais fácil dominar seus sentimentos e suas emoções e assim, dominar esse sentimento de insegurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário