Divã

...

27 de ago de 2010

Inicio do Relacionamento 1.2

Na postagem anterior comecei a dissertar sobre o começo dos relacionamentos e como deixamos de nos preocupar com o futuro quando começamos a gostar de alguém.
Agora falarei um pouco sobre os problemas que ocorrem quando deixamos de pensar no futuro.

No começo de um relacionamento, tudo parece perfeito, a pessoa é companheira, carinhosa, divertida, passam otimos momentos juntos, ou seja, é tudo perfeito. Quando algo é perfeito ao nossos olhos, não imaginamos algo melhor que aquilo, com isso fechamos nossos olhos pro mundo.

Quando isso acontece a rotina criada nos primeiros meses é o que você deseja pro resto da vida, cada momento ao lado da outra pessoa é especial, tudo é novo e emocionante, mesmo fazendo coisas rotineiras, tudo é diferente. Esse é o perigo de se entrar numa rotina "perfeita", no inicio de um relacionamento, quase não vemos os defeitos da outra pessoa, o que nos faz acreditar que eles não existem.

Então quando os defeitos começam a aparecer, as pessoas costumam não estar preparadas pra lidar com algo assim, nessas horas duas coisas geralmente acontecem: Uma briga por causa desses defeitos ou a pessoa "aceita" esse defeito da outra pessoa e tenta ignorar a existência dele esperando que isso suma com o tempo.

Nessas duas situações o resultado acaba sendo mesmo o fim do relacionamento, afinal, você brigar por causa de defeitos esperando que a outra pessoa mude, faz com que ela se sinta reprimida socialmente e com o tempo isso vai acabar virando motivo de uma briga ainda maior e com isso o respeito do casal acaba, junto com o relacionamento.

Aceitar o defeito da outra pessoa achando que com o tempo ela vai perceber que você não se sente confortável com aquilo e esperar que ela mude por conta própria também é muito errado de se pensar, quando fingimos que algo não nos incomoda é o mesmo que aceitarmos o fato dela existir e não fazer diferença pra nós, a pessoa não vai ter motivos pra mudar se você comentar que lhe incomoda.

O mais certo nessas horas é o bom e velho diálogo, quando não estamos felizes com algo, devemos mudar pra uma forma mais aceitável e num relacionamento não deveria ser diferente, a conversa entre o casal de forma clara e objetiva é o melhor jeito de tornar tudo mais aceitável, mas existem situações em que as pessoas não se sentem confortáveis em falar diretamente.

Mas ai fica a pergunta, se você não tem liberdade de falar tudo pra pessoa que você deveria mostrar maior confiança, você vai falar com quem?

Cada caso é um caso diferente e muitas vezes conversar sobre o que você se sente incomodado acaba sendo motivo de novas brigas, mas então se parar pra pensar, você não deveria ficar com alguém que não aceita escutar algo que te faria mais feliz ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário