Divã

...

10 de ago de 2010

Confundindo Sentimentos

Quem nunca se apaixonou por um amigo(a)?

Quando olhamos pro nosso passado ou ate mesmo pro nosso presente, nos deparamos com situações em que vemos nossos amigos como as pessoas mais perfeitas para nós.

Nós depositamos nossos sonhos, segredos, alegrias, tristezas, confianças e muitas outras espécies de sentimentos nessa pessoa, nunca pensando que um dia poderíamos nutrir um sentimento de romance ou amor.

Mas o que acontece quando nutrimos esse sentimento em alguém que não esta na mesma sintonia que nós?

As pessoas costumam sentir-se inseguranças com sua própria vida, seja qual for o motivo e em algum dia, alguém vai fazer algo que vai mudar o seu mundo, não precisa ser necessariamente com palavras, as vezes um olhar ou quem sabe um bilhete passado em sala de aula, por atos, abraços, não importa o motivo, mas em algum momento você será capaz de mudar todos os seus conceitos de amizade e começar a vivenciar algo diferente.

Até esse momento tudo parece fácil, afinal vocês são amigos e tem muitas coisas em comum, com o tempo passando esse sentimento aumenta e você se sente preso a uma pergunta que fica rodeando sua cabeça diariamente.

Devo falar o que sinto? Mas e se isso estragar nossa amizade?

A maioria das pessoas costumam pensar nisso, por medo, por vergonha, por incertezas, são inúmeros motivos que levam alguém a ter esse tipo de duvida.

Mas por mais que essa duvida pareça ser algo simples, ela implica em muitas outras coisas, como por exemplo, o fato de seu amigo(a) não tiver o mesmo tipo de sentimento que você tem. Isso acaba gerando confusões e muitas das vezes grandes amizades são perdidas por sentimentos diferentes.

Quando nos deparamos com esse sentimentos, mudamos completamente nosso jeito de agir, talvez desejando que um dia a outra pessoa acorde pra sua realidade, mas nem sempre isso acontece, amores platônicos são mais aceitos do que não ter nenhum amor.

O que geralmente acontece é as pessoas confundirem o que realmente sentem, muitas vezes por carência emocional ou desilusão amorosa passada, as quais dão espaço à pensamentos esperançosos, acreditar que uma grande amizade pode virar um grande amor - com o fim de preencher o vazio deixado por elas.

Existe amizade com amor?

Não é impossível de ver casais que foram apenas amigos um dia, mas é muito mais fácil ver amigos que se separam por tentar serem casais. O que se deve levar em consideração não é somente o passado das pessoas, mas sim como seria se fosse real. É um risco que as pessoas costumam correr, afinal, todos procuram a felicidade.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Sobre existir amizade com amor! Existe sim... apenas a amizade é mais forte que o amor... pelo menos, resiste mais! Casei com um amigo de 7 anos... vivemos bem e felizes por um tempo! O casamento acabou, mas a amizade continua!

    ResponderExcluir