Divã

...

9 de ago de 2010

Mente X Vontade

Quantas vezes você sentiu vontade de fazer, mostrar ou dizer algo a alguém e chegou na hora você pensou bem e não fez?

Isso é sua mente dizendo pra você pensar melhor nas suas ações, talvez pelo fato de sua mente saber que futuramente isso que você esta prestes a fazer não vai ser o melhor pra você próprio.

Mas, pensando de forma mais aberta, vamos dividir nossa mente em duas partes, a parte do desejo e a parte da racionalidade.

A parte do desejo, controla seu lado impulsivo e inconsequente, te deixando livre pra agir conforme sua vontade diz, porém, seu lado racional te diz pra ignorar seus impulsos, talvez por um sinal qualquer ou alguma frase ou palavra dita.

Existem os dois tipos de pessoas, as que tem o seu lado impulsivo e inconsequente predominante e aquelas pessoas que tem seu lado racional predominante.
As pessoas impulsivas, deixam seus conceitos e pré conceitos de lado, pra agir de acordo com sua vontade momentânea.
As pessoas racionais costumam pensar nas suas ações, o que isso resultará no seu futuro e muitas das vezes ignora seus instintos e desejos pra não se incomodar futuramente.

Recentemente eu me perguntei qual das duas formas seria a melhor, deixar seu lado impulsivo dominar o seu corpo e nao se preocupar com nada... ou quem sabe, evitar certos relacionamentos que você sabe que te farão perder algumas noite de sono por causa disso.

Prazer momentâneo ou vida sem arrependimentos? Qual escolher?

A resposta é muito mais simples do que parece, a melhor forma de viver é você saber como avaliar a situação. Ver em um todo a pessoa, olhar nos olhos dela e sentir se vale a pena correr o risco ou se é melhor deixar a vida continuar e esperar uma pessoa mais certa aparecer.

Eu sei, falar é fácil mas fazer isso na pratica é difícil!

Todas as pessoas sentem dificuldades em questões de relacionamento, a maioria se sente insegura, procura por sinais vindo da outra pessoa, algo que mostre que elas estão na mesma sintonia que você. Mas nem sempre você terá os sinais que você tanto deseja receber.

Quando não se tem os sinais que você tanto espera, nessa hora que se tem que decidir se você será uma pessoa impulsiva ou racional. Mas deixo uma dica, em palavras de um amiga minha em que ela diz: "não procure por oportunidades certas, se você quer uma, crie-a!"

Criar oportunidades, muitas vezes são a resposta pra pergunta mais assustadora que você tem:

Devo me arriscar ou não?

Atente-se aos detalhes da sua vida e da vida da outra pessoa, se achar que vale a pena, crie oportunidades pra mostrar-se impulsivo, ou se preferir, evitar certos problemas te farão dormir melhor a noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário