Divã

...

18 de ago de 2010

Desilusão.


No início, tudo é um mar de rosas, mãos dadas, beijinhos, carinhos e afins. Nunca imaginamos a possibilidade do parceiro trair a nossa confiança, até que um dia acontece!
A Primeira sensação, é de como se algo no meio do peito rompesse, neste momento é a quebra da confiança, tudo aquilo que depositamos sobre a outra pessoa se estilhaça em mil pedaços.
Depois o peito se aquece, até arder em dor, neste momento, o amor que sentimos pelo parceiro se aflora, e custamos à acreditar que fizeram algo de ruim conosco.
Em seguida vem o choro da conformidade, é neste momento que começamos a ver o parceiro de um modo diferente, como se fosse outra pessoa. Um desconhecido que ainda amamos, percebemos que todo o relacionamento não passou de uma simples ilusão, compreendemos isto, porém, Desiludidos.

2 comentários:

  1. Um desconhecido que ainda amamos ( magnifico) exatamente isso... não tinha parado para pensar...

    ResponderExcluir