Divã

...

24 de set de 2011

Razão X Emoção

Sejam Bem-vindos a briga do século, de um lado, pesando 75Kg, vestindo um calção branco, de óculos nos olhos e um livro na mão temos a nossa razão. Do outro lado, pesando 226Kg, com seu calção vermelho escuro, um cano de ferro na mão e um soco inglês na outra, temos a nossa emoção. Essa briga promete ser espetacular, todos estão apostando na emoção como a vitoriosa, mas quem sabe não teremos surpresas essa noite.

Round 1 Fight!! - Definindo racional e emocional

Essa batalha é constante dentro de nós, basicamente a todo momento que temos escolhas pra fazer, não somente escolhas durante um relacionamento, mas no dia-a-dia temos escolhas que devemos analisar se são emocionais ou racionais. Um exemplo fútil disso é quando vamos comprar um carro o nosso lado emocional diz que devemos comprar o mais bonito, nosso lado racional diz que devemos comprar o mais em conta e econômico.

Nem sempre o lado emocional ganha, nem sempre o lado racional ganha, tudo depende da sua capacidade de dominar seus sentimentos, quando tratamos de relacionamentos, o lado emocional sempre pesa mais, como citado na introdução deste texto, o emocional tem um peso maior, porém, quando tratamos de assuntos que envolve nossa vida, nossas rotinas o lado racional toma conta e nos faz tomar decisões mais "sábias".

Se conseguimos separar o emocional e o racional de forma automática, então é possível fazer o mesmo de forma manual, é difícil mas também é possível. Tratar relacionamentos de forma racional é algo que poucas pessoas sabem fazer, a grande maioria que sabe fazer, ainda prefere deixar o emocional dominar seus relacionamentos.

Round 2 Fight!! - Classificando sentimentos

Quando falo em classificar, eu me refiro ao fato de poder definir qual a hora certa de deixar o racional agir e quando é melhor deixar o emocional agir. Quando se tem controle dos seus sentimentos a razão ganha força em sua mente e supera seus sentimentos, quando isso acontece você é capaz de decidir seu destino conscientemente.

Um ótimo exemplo de racionalidade vs emocional é o clássico "vai e volta" nos relacionamentos, um casal comum namora, eles se gostam, mas o homem é ciumento e possessivo, a garota que nunca deu motivos pra desconfiança se sente ofendida e acontece a briga, ocasionando o término do namoro:

Ação Racional: Se isso aconteceu dessa vez, irá acontecer outras vezes, mesmo ele dizendo que faz isso por que gosta de mim, sei que vai acontecer novamente e mais uma vez brigaremos e mais uma vez terminaremos e mais uma vez passarei por isso... melhor terminar de vez e evitar problemas futuros.

Ação Emocional: Ele me pediu desculpas, disse que estava sendo um idiota por desconfiar de mim, ele me ama e eu amo ele, nosso amor vai superar qualquer barreira e não vai ser uma briguinha boba que vai nos separar, sei que isso não vai acontecer de novo... vou ligar pra ele pra voltarmos.

Round 3 Fight!! - Conclusão

Vendo as atitudes racionais e emocionais vemos parâmetros diferentes, ambos vêem um futuro próximo, só que com olhos diferentes, quando pensamos pelo lado racional, sofremos menos, mas temos menos experiências sentimentais com o par afetivo.
Quando agimos com a questão emocional, é como se corrêssemos com uma serra elétrica pendurada ao pescoço, por cima de cacos de vidros e estiletes, sem nenhum medo de nos cortarmos, porém em 90% dos casos, você se corta e ainda se pergunta porquê isso aconteceu.

Agora fica a reflexão, qual você prefere, sofrer menos e ter menos experiências ou sofrer mais, mas ter mais experiências?

Nenhum comentário:

Postar um comentário